LEMBRETE!

Palavras, silêncio... Tudo fere se estamos ressentidos.
Gi Barbosa

sábado, 30 de novembro de 2013

Encantar-se é uma delícia

Eu nunca fui o tipo de pessoa que se encanta facilmente... Seja pela aparência, pelo papo, pela atenção...
Eu sou muito analítica para me encantar facilmente.
Acho que maioria das vezes eu escolho por quem e quando vou me encantar
Já explico...
Se eu quero ficar encantada por alguém eu escolho não observá-lo... Eu prefiro colocar uma viseira(tipo aquelas de burrinho) e só enxergar a pessoa na minha frente.
Eu posso ficar nesse estado de burrice por alguns dias ou meses... Pq eu imagino que todo mundo precisa se encantar um dia...
Ficar encantado é uma coisa muito legal.
Mas tomando de volta meu singelo raciocínio de que eu, realmente, não me encanto facilmente é que todas as vezes que me encantei consegui desencantar  no momento que desejei, de fato.
Eu imagino que não há a mínima necessidade de a gente cultivar sentimento forte por quem não demonstra um interesse verdadeiro nele. Os sentimentos verdadeiramente fortes devem ser oferecidos à quem se importa.
Eu me encanto sim, me deslumbro, ando nas nuvens, fico frágil... Pareço um cristal...
Contudo se eu "quebro" não há meio de me convencer...
Eu continuo gostando, pq é de minha natureza apreciar o ser humano... Continuo feliz com a presença, mas algo por dentro muda instantaneamente e ... o sentimento... aquele forte do qual falei outrora ... dá espaço a algo mais racional...
Ah ... gente... Encantar-se é uma delícia... é sim... Você precisa se permitir encantar-se por alguém ao menos uma vez na vida e estar preparada para o dia que o encanto se quebrar.
As pessoas não são perfeitas, não são ideais... você não é!
Sabe, não dá pra viver de viseira procurando não enxergar os defeitos que postos estão bem na nossa cara...mas.. embora a pessoa que esta a sua frente no momento não seja perfeita não é nada demais encantar-se um pouquinho por ela.

Gi Barbosa Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário