LEMBRETE!

Palavras, silêncio... Tudo fere se estamos ressentidos.
Gi Barbosa

domingo, 16 de outubro de 2016

O coração quer o que quer

A beleza é atrativo e desde que o mundo é mundo nos encantamos por este ou aquele após uma simples passada de olho. Bem verdade que beleza não põe mesa (como diz o ditado popular), mas quem seria fingido a ponto de dizer que não se ocupa do que lhe parece agradável à vista? Que não dá ibope ao que é lindo? Que não facilita a entrada ao coração daqueles cuja aparência física lhe desperta forte atração?
A beleza é atrativo sim, mas quem seria insano a ponto de desconsiderar um início de conversa por conta de aparência física?
Muita gente, eu diria. O mundo anda mesmo cheio de loucos.Loucos e infelizes.
Pessoas presas à aparência, pessoas que cobram dos outros que estejam dentro de um padrão midiático e cobram delas mesmas ainda que nunca consigam um encaixe nesse padrão.
Tem gente de tal forma presa à questão de aparência que acredita piamente serem todos os indivíduos iguais, acreditam que todos fecham a porta para o que não é "belo" e sofrem demasiadamente por não serem a seus próprios olhos pessoas bonitas.
E , de verdade, beleza até chama a atenção, mas jamais é a aparência física que prende. O que prende a gente é bem mais pois não apenas nos deliciamos com os olhos, mas sentimos com o coração.
E o coração quer o que quer .
O coração não escolhe por atributo físico, o coração escolhe outro coração que o cative, que o amoleça que o faça sonhar. E para o coração a beleza vem da alma e não da casca.

Gi Barbosa Carvalho

0 comentários:

Postar um comentário